AGORA TAMBÉM TRADUZIDO PARA INGLÊS E FRANCÊS

Espiritism&AllanKardec

S'il vous plâit, en cas de doute, écrivez à:
Please, if in doubt, write to:

silmaragarcia@br2001.com.br



V I S U A L I Z A Ç Õ E S

27.000

Congratulations for this blog

Congratulations for this blog
Trabalhadores da Paz

segunda-feira, 8 de março de 2010

A Vingança, o Ódio, o Duelo - E.S.E. Cap.XII

Gostaríamos de estar aqui falando de quanto os homens se amam e vivem em harmonia... Mas como espíritas sabemos que ainda estamos vivendo em um planeta de provas e expiações. Por este motivo ainda estaremos enfrentando algumas dificuldades que, na maioria das vezes, é de nossa total responsabilidade.
Enquanto houver no mundo ausência do bem e prevalescência do mal os homens ainda sofrerão suas próprias conseqüências.
E o próprio titulo do capítulo do estudo de hoje “Amai os vossos inimigos” , nos trás o lenitivo de maior eficácia para combater mazelas como a Vingança, o Ódio e o Duelo.

A VINGANÇA
O homem, quando desvirtuado das leis morais que regem a vida, tomado pelo poder e materialismo exacerbado, deixa-se facilmente levar por sentimentos contrários à sua natureza – Que é o amor. Deus criou os homens e deixou em cada um a semente de seu amor. Acreditem!
O espírito Joanna de Angelis no livro Celeiro de Bençãos através da psicografia de Divaldo nos instrui sobre a ação maléfica da vingança sobre nosso vaso físico, com repercussão no espírito imortal que somos.
Afirma ser o sentimento de vingança próprio de espíritos imaturos que quando têm seu ego ferido, exigem reparação do erro.
Criando em seu interior uma disputa do seu lado racional e o irracional. Passa a cultivar sentimentos que o distanciam da razão que o levam a revolta e desconforto julgando estar sendo ele prejudicado coloca-se na posição de vítima.

”A vingança não vai reduzir ou prevenir o mal, porque ele já aconteceu” Dalai Lama

Ação danosa da vingança
Pessoas que têm este vírus em seu íntimo sofrem quando vêm seu suposto antagonista em situações melhores do que a dele,

No trabalho se alguém é promovido e ele não, já fantasia a idéia de ter sido prejudicado por julgar ele mais merecedor do que o outro.
No meio social se alguém se destaca ele passa a cultivar sentimentos como ciúmes, orgulho ferido entre tanto outros.

Fixa-se no adversário com implacável disposição de conseguir  prejudicá-lo. Se apraz quando vê seu suposto inimigo passando por qualquer dificuldade. Emiti pensamentos deletérios contra o outro estabelecendo uma comunicação psíquica e se encontra receptividade passa a minar suas forças.
Além da inferioridade moral do vingador, o seu primarismo emocional faz com que ele acredite estar agindo com sentimento de justiça e passa a fazer o mal achando estar fazendo bem.

Conseqüências prejudiciais da vingança
E como para toda ação existe uma reação. Os indivíduos que assim procedem, levados por sentimentos desequilibrado e doentio da vingança estarão sempre envolvidos com energias negativas e atrairão para si todo tipo de dificuldade. E ao projetar sua negatividade para seu meio, além de prejudicar-se também atrapalha o equilíbrio de outros agravando seus débitos perante a vida.

Ação salutar de combate
No E.S.E. Allan Kardec deixou-nos a celebre frase, “Fora da Caridade não há salvação” porque a espiritualidade nos ensina que quando doamos amor nos esquecemos de nossos problemas e curamos as nossas feridas.
Entretanto está na prática da caridade uma ação eficaz ao combate de desejos ediondos como o de vingança porque o algoz terá oportunidade de exercitar amor e esquecer de seu problema.
Não podemos nos esquecer de um dos inúmeros conselhos de nosso querido mestre Jesus “Vigiai e Orai” . Lembrando que a prece é um pronto-socorro de auxílio em todas as ocasiões de nossa vida pois é através dela que nos conectamos com Deus e certamente teremos ajuda imediata.
O tratamento de passes é excelente não somente para as horas mais aflitivas mas também para que possamos nos harmonizar e nos organizar de forma coerente às leis morais.
Os casos mais graves como mania de perseguição, síndromes diversas faz-se necessário acompanhamento médico.

Ex.: Infelizmente quando não resolvemos nossos problemas aqui, durante a experiência terrena, levamos para o outro plano as mesmas dificuldades e mazelas... E lá no plano espiritual nos sintonizaremos com outros tantos que estiverem na mesma onda mental...

Diversos livros de André Luiz psicografados por Chico Xavier nos apresentam exemplos riquíssimos de como é pernicioso para o espírito o sentimento de vingança. Verdadeiras legiões de espíritos infelizes se unem para “juntos” vingarem-se de seus “supostos inimigos ainda encarnados”. Portanto, lembremo-nos sempre daquela parábola de Jesus “Reconcilia-te com teus irmãos” antes de qualquer caridade.

O ÓDIO
Se a vingança é contrária as leis divinas e naturais o que dizer então do ódio que alguns ainda alimentam por anos, décadas e até mesmo ultrapassam encarnações.
Ao contrário do que muitos dizem O ÓDIO não é a ausência do AMOR, mas sim a ausência do PERDÃO.
Racionalmente/teoricamente, é fácil falar sobre perdão, dizer que desculpamos, que compreendemos quando somos afrontados e temos nosso ego ferido. Mas, emocionalmente, sabemos que não é assim. O nosso sentimento com relação àquele que nos contraria, se modifica, conforme o grau da ofensa que nos fazem.
Por isso, eis aí um grande desafio para o ser humano: perdoar tantas vezes quantas vezes forem necessárias.

No relacionamento humano, não há como ocorrer tudo da forma que esperamos. Existem os desencontros. Somos diferentes, e certamente ocorrerá situação na qual seremos contrariados .
Resta-nos pois, desenvolver em nós as qualidades, tais como: brandura, pacificidade, misericórdia, moderação, indulgência para chegarmos ao perdão.

E no Evangelho Segundo o Espiritismo encontramos uma visão mais ampla sobre o perdão e facilitando-nos a vivência dessa virtude, desenvolvendo-a por etapas, através dos exercícios de cada momento nas nossas relação.
Precisamos buscar sempre no Mestre Jesus, o ex. maior; Ele nos disse: "Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei."
E quando Jesus diz que devemos amar aos nossos inimigos. Ele não quer levemos nossos inimigos para casa ou que depositemos toda a nossa confiança nele, não é isso.
A partir do momento em que não desejamos mal , já estamos começando a exercitar algumas virtudes como a indulgência para chegarmos uma dia ao amor ideal.
E também não podemos esquecer que não há ninguém neste plano que um dia também não se equivocou e necessitou de perdão.

O DUELO
No estudo deste item do Evangelho, certamente a idéia de Duelo, vem de tempos passados onde era um costume entre as pessoas resolverem suas diferenças num acerto onde um podemos consider como homicida e o outro como suicida.

O duelo de outros tempos mudou a forma de ser e o homem continua a praticar "duelos", de formas diferentes. Através de pensamentos ruins enviados a um desafeto, desejos de vingança, discórdias etc.

Ex.:
 Futebol = Richas entre times = verdadeiros duelos que levam muitos até a morte – vemos na mídia infelizmente com freqüência.
Religião = Diferenças manifestam-se de forma equivocada causando guerras estúpidas, onde ninguém sai com qualquer vantagem.
Política = Briga pelo poder onde pensamentos egoístas são manifestados causando separatismos por décadas. Enqto q o pensamento deveria ser de união , como melhorar a condição de meu país? Meu povo?

O homem precisa deixar de alimentar pequenas discórdias que levam a grandes guerras.

E precisa o quanto antes melhorar-se para que o mundo melhore. Quando guardamos mágoas e ressentimentos criamos uma atmosfera fluídica pesada ao nosso redor, que com o tempo nos causa doenças, e com o esforço da melhoria interior, iremos demonstrar e transmitir coisa boas e exemplo de transformação.

Façamos um esforço para seguir o que Jesus nos ensinou.

"Guarda a luz divina nos olhos do entendimento, porque, no lar, na sociedade ou no mundo, somos sempre a grande família humana, cujos membros - sempre nós mesmos - se integram indissoluvelmente entre si.

Jesus, no Evangelho, não pede críticos; aguarda companheiros de boa vontade que, esqueça todo o mal e eleve o bem para que o mundo se faça mais feliz e para que o homem se faça realmente melhor.

Emmanuel/ Escrínio de Luz/Francisco Cândido Xavier"

Muito obrigada por sua atenção.
Paz e Luz à todos!
Silmara Garcia

4 comentários:

  1. Obrigado por este post, vou fazer esta palestra amanha na casa espírita e as considerações aqui postadas foram muito uteis a reflexao.

    ResponderExcluir
  2. Adorei pesquisei e complementei minha palestra sobre este assunto aqui na C.E. onde participo no MS. ABS!(Luciane L.)

    ResponderExcluir
  3. Muito útil a forma como foi abordada os temas acima, como os demais,estou me valendo deste material para auxiliar no entendimento da doutrina, diante da nossa necessidade e daqueles que nos procuram. Abraço

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, pela postagem em relação ao tema abordado, muito esclarecedor. Tenho certeza que muito irá contribuir para uma palestra que irei realizar com o Capítulo XII do E S E.

    ResponderExcluir